eudaldo_seminario

Sim, uma Administração Tributária eficiente contribui – e muito – para uma sociedade cada vez melhor: a partir do momento que ela consegue arrecadar os recursos e distribui-los de maneira mais justa. Esse foi o tema da apresentação do coordenador do Encat (Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários) Eudaldo Almeida de Jesus, no Seminário Internacional “Desafios da Administração Tributária”, que aconteceu na Afresp no dia 26 de março.

“Os impostos representam o que se paga por uma sociedade civilizada”, disse Eudaldo – o que resume, de forma simples, direta, certa e justa, o papel de uma boa Administração Tributária.

Veja sua apresentação no vídeo abaixo:

Discussion - One Comment
  1. Antônio Sérgio Valente

    abr 29, 2014  at 12:01 am

    Além de visão ampla sobre as funções econômicas e sociais dos tributos, o palestrante Prof. Eudaldo Almeida de Jesus, colega da Bahia de Castro Alves e Jorge Amado, é um ótimo contador de histórias, uma inclusive fisco-evangélica…

    Dentre outros assuntos, discorre sobre o que motiva os comerciantes a cumprirem as suas obrigações tributárias: consciência do dever cívico, justiça e transparência do sistema tributário, confiança na Administração Tributária, percepção dos riscos (punitivos) nos quais a sonegação implica, ausência de corrupção governamental, boa aplicação dos recursos públicos (ausência de desperdício de dinheiro público). O palestrante tem toda razão, pois se esses fatores de motivação ao cumprimento espontâneo das obrigações fiscais forem precários, ou se inexistirem, fatalmente haverá maior propensão a sonegar.
    Depois, a partir do 21º minuto, fala sobre o papel do ENCAT, do qual é coordenador, sobre alguns daqueles fatores, os do lado da receita tributária. Projetos importantes vêm sendo desenvolvidos nacionalmente pelo ENCAT: NF Eletrônica, CT Eletrônico, Brasil Id (chip rastreador de mercadoria), modernização da fiscalização, auditor eletrônico, mineração dos dados eletrônicos, Sefaz Nacional (construção de ambiente tecnológico nacional), e NF de Consumidor Eletrônica (já há 7 UFs em projeto piloto e 18 optantes), que seria a última, ou pelo menos, a mais recente fronteira do avanço tecnológico na área tributária.
    Nos últimos minutos do vídeos há um cineminha grátis… Vale a pena assistir.
    E depois, pensar e repensar criticamente sobre as evoluções apontadas.

    Responder

Leave a Comment