mulher-negra

Quando se estuda a proporção do pagamento de impostos por faixas de renda, já se sabe que os mais pobres são os que pagam, proporcionalmente, mais tributos do que os ricos.

Mas quando se joga uma lupa sobre essa parcela da população e se compara com os brasileiros mais abastados, chega-se a uma conclusão interessante (e também cruel). Um estudo do Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicos) mostra que entre 10% mais pobres, 45,66% são homens e 54,34% são mulheres. Já entre os 10% mais ricos, 62,05% são homens e 31,05%, mulheres.

Ligando os pontos, uma das conclusões indica que são as mulheres e os negros que pagam mais tributos no Brasil, e os homens brancos são mais beneficiados. De acordo com o autor do estudo, Evilásio Salvador, não existe a ideia que impostos não veem cor nem sexo. “Como a base da pirâmide social é composta por negros e mulheres, a elevada carga tributária onera fortemente esse segmento da população”, diz.

Veja o texto completo no link abaixo:

IBPT: Sistema tributário brasileiro onera mais negros e mulheres, mostra estudo

Leave a Comment