Percent growth

Aos poucos, a baixa na arrecadação dos anos anteriores vem cobrar sua conta: o Ministério da Fazenda começa o ano com algumas medidas tidas como impopulares: o aumento de impostos e a volta de alguns deles.

Quatro setores já serão atingidos pelas novas alíquotas: o de importados, de cosméticos, o de crédito em banco e o de combustíveis. No caso dos importados, o que muda é o aumento do PIS e da Cofins. No de cosméticos, o IPI será também cobrado para os atacadistas (e não somente para as indústrias).

O IOF também sofre aumento, de 1,5% para 3% para novas aberturas de crédito, e a Cide (Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico) volta junto com a elevação do PIS/Cofins.

De acordo com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, esse reforço no caixa do governo ajudará o Brasil a crescer.

Aguardemos.

Veja a notícia na íntegra em duas fontes diferentes:

Agência Brasil: Aumento de tributos facilitará retomada do crescimento, diz Levy

Brasil Post: Ministro da Fazenda anuncia aumento de impostos sobre gasolina, diesel, cosméticos e produtos importados

Leave a Comment