torneira_dinheiro

Da crise hídrica de alguns estados para os cofres do governo. O ministro Joaquim Levy tomou algumas medidas para brecar gastos considerados excessivos ou dispensáveis e aumentar a arrecadação – para fechar as contas no fim do ano. Para isso, já mandou sua equipe “fechar as torneiras” para liberar novos empréstimos aos estados e municípios.

Essa preocupação tem razão de ser. Se os demais entes federativos não fizerem a parte que lhes cabe (poupar R$ 11 bilhões para atingir o superávit primário), a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) obriga a União a pagar a diferença. E isso é o que o governo não quer.

O problema é que reduzir o repasse aos estados é uma questão delicada, que implica na dificuldade de conseguir apoio de deputados e senadores a matérias de interesse federal.

Veja o texto completo no link abaixo:

Afisvec Rio Grande do Sul: Levy manda Estados ‘fecharem torneiras’

Leave a Comment