desigualdade

As palavras são da diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, quando visitou o conjunto de favelas do Morro do Alemão, no Rio, no teleférico. Isso foi no dia 22 de maio, antes do anúncio dos cortes nos investimentos federais, anunciado no dia seguinte pela cúpula do governo.

Ela elogiou os programas sociais como o Bolsa-Família, e viu que há outros projetos relacionados que dão sustentabilidade a esta rede de assistência do governo. Mas ela ressalta: isso só é possível se há disciplina fiscal.

Ela ainda não tinha ideia de como os programas ficariam depois dos cortes orçamentários.

Veja o texto na íntegra no link abaixo:

Exame: Indisciplina fiscal pune os mais pobres, diz Lagarde

Leave a Comment