sinal-verde

Para facilitar a entrada de produtos dos dois países pelas suas aduanas, algumas empresas terão um tipo de passe livre: não precisarão passar pela fiscalização quando lá ingressarem.

O acordo entre a Receita Federal e Agência Americana de Aduana e Proteção de Fronteiras foi assinado nesta semana e tem como objetivo reconhecer o Operador Econômico Autorizado (OEA): são empresas reconhecidas e que cumprem requisitos de segurança.

O próximo passo é o reconhecimento da certificação da nossa Receita Federal ser aceito na aduana americana, e vice-versa. Além de agilizar a liberação das mercadorias, reduz-se o custo no processo de escaneamento, documentação e armazenamento.

Veja o artigo na íntegra no link abaixo:

Agência Brasil: Receita e aduana dos EUA assinam plano para agilizar fiscalização de mercadorias

Leave a Comment