refrigerante

Um peso (R$ 0,20) por cada litro de refrigerante: esse é o imposto sobre a bebida gaseificada doce adotado no México e que já conseguiu seu objetivo, o de diminuir o seu consumo: queda de 6% em média, no ano passado.

Criado há um ano, o imposto foi criado depois de dados alarmantes da saúde pública do país da tequila: os mexicanos são os maiores consumidores de refrigerantes per capita do mundo (chega a meio litro por dia), e há mais obesos lá do que nos Estados Unidos.

Isso traz como resultado um alto percentual de habitantes com diabetes e pressão alta – além, de cerca de 30% dos adolescentes já estarem bem acima do peso.

Veja mais informações no link abaixo:

Exame: Imposto do refrigerante está dando certo no México

Leave a Comment