mapa_brasil2

Na repartição do bolo da arrecadação do ICMS, 25% do total são destinados aos municípios. Para determinar o valor que cada um deles receberá, é utilizado o valor adicionado fiscal, que mostra o quanto é produzido economicamente no município.

Disso decorre que algumas cidades com pouca produção econômica recebem poucos repasses do imposto estadual – e é isso que elas pretendem mudar. Na quinta-feira, dia 20 de agosto, o grupo dos 100 municípios populosos com baixa renda per capita foi a Brasília apresentar suas reivindicações para a Comissão Especial da Reforma Tributária.

Esse é mais um dos problemas do nosso combalido sistema tributário que também precisará ser resolvido.

Veja o texto na íntegra no link abaixo:

Câmara dos Deputados: Municípios mais pobres querem tratamento diferenciado na reforma tributária

Leave a Comment