desaprovacao

Imposto tem esse nome não é à toa: porque é imposto. A presidente Dilma Rousseff também reconhece isso, mas não pode esquecer que são os tributos que pagam as contas. O papo agora é com a possível ressuscitação da CPMF. “Não gosto da CPMF, mas não afasto criar nenhum imposto”, disse.

A declaração vem pouco tempo depois da apresentação da proposta do Orçamento para 2016, já contando com um déficit de mais de R$ 30 bilhões. Em vista da falta de caixa, uma das soluções apontadas foi o aumento de tributos.

A ver como a situação se desenrola até o fim do ano.

Veja o texto na íntegra no link abaixo:

UOL Economia: Não gosto da CPMF, mas não afasto criar nenhum imposto, diz Dilma

Leave a Comment