desigualdade

Parece óbvio, mas uma pesquisa do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) apontou que a desoneração promovida no primeiro mandato do governo de Dilma Rousseff tirou R$ 60 bilhões de contribuições sociais da seguridade social.

Além disso, a não arrecadação de impostos nesse período contribuiu para esvaziar o Fundo de Participação dos Estados e Municípios, diminuindo a quantidade de recursos que esses entes federativos recebem da União.

Veja o texto na íntegra no link abaixo:

Valor Econômico: Desoneração afeta investimento social, diz estudo

Leave a Comment