impostos_carregando

O relator do Orçamento, deputado Ricardo Barros, não conta com a criação da CPMF para salvar as contas de 2016 – pelo menos para incluir essa receita extra na previsão.

Ele já conta que será difícil aprovar, neste ano, a criação do novo imposto, e que será mais provável que o processo todo tramite no ano que vem. Na melhor das hipóteses, se a CPMF for aprovada, ela poderá fazer parte dos cofres públicos no fim de 2016.

Veja o texto na íntegra no link abaixo:

Valor Econômico: Relator diz que vai tirar CPMF do Orçamento de 2016

Leave a Comment